À FLOR DA PELE NASCE A POESIA

DOAR AMOR EM SEMENTES

Textos




O SABOR DO MAR


NAS ONDAS DOS MEUS PENSAMENTOS
NAVEGO MUITAS VEZES EM DIREÇÃO AO MAR
MERGULHO EM MEUS VERDES SENTIMENTOS
E AS ÁGUAS CANTAM CHUÁ, CHUÁ

CABELOS AO VENTO IGUAL A UMA CRIANÇA 
É LÁ QUE EU ME ENCONTRO LIVRE AO VERSEJAR
SENTADA NAS PEDRAS MAREJO OS MEUS OLHOS
O SABOR DAS LÁGRIMAS TEM O TEMPERO DO MAR

FIM DE TARDE COR DE ROSA TÃO LINDA
UMA BRISA FRIA COMEÇO A SENTIR
O VÉU ESCURO DA NOITE JÁ SE APROXIMA
A SAUDADE APERTA, MAS, ESTÁ NA HORA DE IR

AO LONGE AS JANGADAS ACENAM
PERGUNTAM QUANDO EU VOLTAREI A VELEJAR
E PENSO! O MUNDO MUITAS VEZES É TÃO PEQUENO
DIZEM QUE ATÉ AS PEDRAS SE ENCONTRAM NO MAR

 
Rita Macedo
Enviado por Rita Macedo em 11/10/2016
Alterado em 13/10/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras