A VIDA EM POESIA

DOAR AMOR EM SEMENTES

Textos


*            *
*      
 *                       *                               *
UM DIA...
UM VAGA-LUME QUERIA SER UMA ESTRELA
E A ESTRELINHA QUERIA SER UM VAGA-LUME
COMBINARAM E TROCARAM DE LUGAR
EM UMA LINDA NOITE DE LUAR;
ENTÃO A ESTRELINHA VOOU
EM FORMA DE VAGA-LUME
NAS ÁRVORES NO SERENO POUSOU
NAS FLORES AMOU BANHAR EM SEUS PERFUMES;
PLANANDO NAS RUAS ACHOU TÃO  BOM SER UM VAGA-LUME
VIU TANTAS CRIANÇAS QUE ESTAVAM BRINCANDO DE RODA
ELA VOOU GIRANDO E FICOU NO MEIO DA CIRANDA
NINGUEM NOTOU, MAS ESTAVA POUSADA NAS TRANÇAS;
ENQUANTO ISSO O VAGA-LUME ESTAVA SUPER FELIZ
COM A SUA NOVA FORMA DE ESTRELA
VIAJOU ENTRE NUVENS E UNIVERSOS COMO SEMPRE QUIS
ADOROU FLUTUAR NA GALÁXIA E VER  A LUA TÃO PERTO;
DEPOIS  VIU O PLANETA TERRA AO LONGE
ERA UMA LINDA BOLA AZUL
E VIU PASSAR OS  COMETAS VIAJANDO
ALTA VELOCIDADE DO NORTE AO SUL;
ENTÃO CHEGOU O MOMENTO
DE RETORNAREM AOS SEUS DEVIDOS LUGARES
E SE ENCONTRARAM NO MESMO LUGAR COMBINADO
E VOLTARAM PARA OS SEUS LARES;
HOJE O VAGA-LUME VOA EM SEU AMBIENTE
RÁPIDO IGUAL A ESTRELA CADENTE
E QUANTO A ESTRELINHA LÁ NO CÉU BRILHA  E É FELIZ ASSIM
A ESTRELINHAL PISCA VERDINHA E TEM CHEIRO DE JASMIM
Rita Macedo
Enviado por Rita Macedo em 07/08/2017
Alterado em 08/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras