A VIDA EM POESIA

DOAR AMOR EM SEMENTES

Textos





ERA UMA LINDA E CALMA MANHÃ, REPENTINAMENTE SONS DE PÁSSAROS QUEBRARAM A ROTINA, GRITOS DE PÁSSAROS, ALGAZARRAS DE PÁSSAROS, TANTOS SONS ALÉM DO NORMAL DE PÁSSAROS QUE CHAMARAM A NOSSA ATENÇÃO E FICAMOS ATÉ ASSUSTADOS, ENTÃO O MEU MARIDO CORREU PARA O JARDIM E O MEU FILHO CHAMOU PARA VER, ERA O UM PERIQUITO E UM BEM-TE-VI QUE TRAVARAM UMA BATALHA PRA VALER NO CHÃO ENTRE O COQUEIRO E O ABACATEIRO SOB A TORCIDA E OLHARES DE OUTRAS AVEZINHAS, PARA COMPLETAR A CONFUSÃO CHEGOU A MINHA CADELA CHAMADA PEQUENA E QUANDO VIU O QUE ESTAVA ACONTECENDO NO JARDIM, CLARO! COMO DOIS E DOIS SÃO QUATRO! ENTROU NA BRIGA TAMBÉM,   MORAL DA HISTÓRIA: ELA SEGUROU O PERIQUITO PUXANDO, ELE AGARRADO COM O BEM-TE-VI LUTANDO E QUANDO VIU QUE ERA UMA CADELA QUE ESTAVA O SEGURANDO A SUA ASINHA GRITAVA ALTO PEDINDO SOCORRO, O BEM-TE-VI QUANDO VIU O  PERIGO VOOU RÁPIDO GRITANDO PARA O PÉ DE JACA, EU E O MEU MARIDO GRITÁVAMOS: SOLTA PEQUENA, SOLTA PEQUENA! A PEQUENA COM AQUELA CARA TIPO ACHADO NÃO É CAÇADO, POIS É, NÃO ABRIA A BOCA NEM PARA PASSAR PENSAMENTOS E CONTINUAVA SEGURANDO O POBRE PERIQUITO, MAS GRAÇAS A DEUS! A PEQUENA ACABOU SOLTANDO E ESTE ASSUSTADO SUBIU LIGEIRO NA MÃO DO MEU MARIDO E AINDA CAIU UMA PENINHA VERDE NO CHÃO. AGORA! ELE ESTÁ AQUI E BEM, SORTE QUE NÃO SE MACHUCOU MUITO, ELE ESTÁ FELIZ CANTANDO AQUI EM CASA E ESTÁ SOLTO. LIGAMOS PARA A NATURATINS E FALARAM QUE VIRÃO BUSCÁ-LO PARA COLOCÁ-LO EM UM LUGAR PRESERVADO. TODA ESTA CONFUSÃO ACONTECE SEMPRE QUE UM PÁSSARO OUSA POUSAR AQUI EM CASA, É QUE O BEM-TE-VI FEZ UM NINHO NO POSTE EM FRENTE A MINHA CASA E O MEU JARDIM É O SEU QUINTAL, ENTÃO! AI DAQUELE QUE OUSAR POUSAR EM SUAS ÁRVORES.  O NINHO ESTA CHEIO DE FILHOTES, SABE COMO É! TODA MÃE VIRA UMA ONÇA PARA PROTEGER OS SEUS FILHOTINHOS, MAS ACREDITO QUE O VERDINHO E O BEM-TE-VI APRENDERAM A LIÇÃO, AGORA ELES SABEM QUE BRIGAR NÃO É A SOLUÇÃO, AFINAL TEM ESPAÇO PARA TODO MUNDO.


Obs: Este verdinho da foto é o mesmo da história. É muito lindo!
Rita Macedo
Enviado por Rita Macedo em 03/12/2017
Alterado em 05/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras