A VIDA EM POESIA

DOAR AMOR EM SEMENTES

Textos




APRENDER QUE OS PASSARINHOS
SÃO CRIATURAS DIVINAS DA NATUREZA
E TÊM DIREITOS DE IREM E VIREM
SOLTOS AOS VENTOS VIVENCIANDO BELEZAS

APRENDER AO OLHAR OS PASSARINHOS
QUE RESPEITAR OS ANIMAIS É FUNDAMENTAL
NÃO SOMOS DONOS DOS BICHINHOS SILVESTRES
QUE PASSAM POR NOSSO QUINTAL

APRENDER COM OS PASSARINHOS
UM AMOR LIVRE INCONDICIONALMENTE SEM FIM
AFINAL LINDAS GAIOLAS NÃO SÃO NINHOS
ENTÃO É EGOÍSMO PRENDÊ-LOS ASSIM

APRENDER A SENTIR AS DORES DOS PASSARINHOS 
E NÃO CORTAR AS PONTAS DAS SUAS ASINHAS
PODAR A LIBERDADE DELES VOAREM
DOI O OLHAR TRISTONHO DAS AVEZINHAS



Obs: Eu fiz esta poesia no momento em que o Verdinho ( Periquito) voou, ele apareceu no meu quintal e uma das suas  asinhas estava cortada as peninhas, então cuidamos dele por cinco dias aqui em casa, sabe! Fomos ninho por cinco dias e agora ele voou livre e seguiu o seu destino. 
Hoje ele voou e nos proporcionou um momento inesquecivelmente poético.
 
Rita Macedo
Enviado por Rita Macedo em 06/12/2017
Alterado em 07/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras