À FLOR DA PELE NASCE A POESIA

DOAR AMOR EM SEMENTES

Textos



APÓS A CHUVA VEJO A LIBÉLULA 
APARECE DO NADA SOB O SOL
TOCANDO AS POÇAS D'ÁGUA EM ZIGUE-ZAGUE
QUE NEM O BEIJA-FLOR NO GIRASSOL;
TEM A DOCE ALEGRIA DA BORBOLETA
E O BRILHO MIMOSO DO VAGA-LUME
RÁPIDA QUE NEM UM JATO DE PERFUME 
FUGAZ NATUREZA E VERSOS,UNEM-SE
OLHÁ-LA NASCEM SENTIMENTOS LEVES
BAILANDO NA IMENSIDÃO
SER ALADO E EMOÇÃO
SONHO QUE TRANSBORDA O CORAÇÃO;
AS MINHAS ESCRITAS SÃO PARTES DE MIM
AQUARELO QUE NEM ABELHA NO MEL
EM POESIA TENHO ASAS DE CETIM
ENFIM, EU POSSO TOCAR OS CÉUS...







 
Rita Macedo
Enviado por Rita Macedo em 12/03/2019
Alterado em 13/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras